UFPA celebra 60 anos com vasta programação em 2017

Notícia Novidades

Publicado em 18/02/2017 15:14h

692 visualizações

UFPA celebra 60 anos com vasta programação em 2017

A Universidade Federal do Pará, maior instituição de ensino superior da Amazônia, completa 60 anos no dia 2 de julho de 2017. Para celebrar a data, haverá uma programação ao longo de todo o ano, iniciada já com a entrega do Espaço de Ensino Mirante do Rio, prédio que oferece mais conforto e segurança à comunidade universitária do Campus de Belém.

A programação dos 60 anos será aberta na quinta-feira, 9 de março, às 09h30, no Centro de Eventos Benedito Nunes. Na ocasião, serão lembradas datas e eventos que marcaram a história da Universidade ao longo de seis décadas de grandes realizações.

Ainda na programação do dia 9, haverá o lançamento da marca comemorativa dos 60 anos da Universidade e do Calendário Institucional 2017, também alusivo aos 60 anos da Instituição. O calendário convida a um passeio por acontecimentos marcantes da história da UFPA.

História - Criada em 2 de julho de 1957 e instalada solenemente no dia 31 de janeiro de 1959, em cerimônia especial no Theatro da Paz, a Universidade do Pará – que, a partir de 1966, passou a adotar o Federal no nome – tem uma história que remonta a 1902, ano da fundação da Faculdade Livre de Direito. Nascida da reunião dessa e de outras seis faculdades, criadas em Belém entre 1903 e 1948, a UFPA desde a década de 1970 estendeu as suas ações a outras regiões do Pará. Em 13 de agosto de 1968, foi inaugurado, em Belém, o Conjunto Universitário Pioneiro da UFPA, depois nomeado Cidade Universitária Professor José Rodrigues da Silveira Netto, sede administrativa da Instituição.

Atualmente, a Universidade Federal do Pará está presente em 72 municípios paraenses com atividades vinculadas a 12 campi: Abaetetuba, Altamira, Ananindeua, Belém, Bragança, Breves, Cametá, Capanema, Castanhal, Salinópolis, Soure e Tucuruí. Como instituição multicampi, a UFPA tem contribuído com o desenvolvimento de todo o estado do Pará e deu origem a três novas universidades federais, por desmembramento de seus campi em Macapá (Unifap), Santarém (Ufopa) e Marabá (Unifesspa), além de ter contribuído com a formação da Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Com um quadro de servidores de 2.876 docentes e 2.546 técnicos, a UFPA oferece 89 cursos de graduação (presenciais ou a distância), para uma população de 40.101 alunos. Também oferta Educação Básica, Técnica e Tecnológica em uma Escola de Aplicação (com 1.264 discentes), uma Escola de Música (com 253 discentes) e uma Escola de Teatro e Dança (com 211 discentes). Mantém dois Hospitais Universitários e inúmeros serviços de atendimento à comunidade em diversas áreas.

A pós-graduação stricto sensu, iniciada em 1973, com a criação do Curso de Mestrado e Doutorado em Geofísica, hoje reúne 40 cursos de doutorado e 80 de mestrado, atendendo um contingente de 6.308 alunos. No lato sensu, a UFPA passou a ofertar anualmente 45 cursos de Especialização (2.475 alunos) e, regularmente, 25 cursos de Residência Médica ou Multiprofissional (329 alunos). A UFPA recebe, também, regularmente alunos estrangeiros de graduação e pós-graduação.

Nos últimos anos, a Universidade experimentou considerável expansão de sua infraestrutura física e na oferta de vagas. As vagas no vestibular passaram de 5.055 em 2007 para 7.404 em 2016, e o número de matriculados na graduação cresceu de 27.834 em janeiro de 2009 para 40.101 em 2016. Na pós-graduação, a UFPA passou de 2.533 mestrandos e doutorandos em 2009, para 6.308 em 2016.

Estiveram à frente da Universidade Federal do Pará, nesses sessenta anos, os reitores Mário Braga Henriques (1957-1960), José Rodrigues da Silveira Netto (1960-1969), Aloysio da Costa Chaves (1969-1973), Clóvis Cunha da Gama Malcher (1973-1977), Aracy Amazonas Barreto (1977-1981), Daniel Queima Coelho de Souza (1981-1985), José Seixas Lourenço (1985-1989), Nilson Pinto de Oliveira (1989-1993), Marcos Ximenes Ponte (1993-1997), Cristovam Wanderley Picanço Diniz (1997-2001), Alex Bolonha Fiúza de Mello (2001-2009) e Carlos Edilson de Almeida Maneschy (2009-2016). Desde outubro de 2016, exerce a função de reitor da Universidade Federal do Pará o professor doutor Emmanuel Zagury Tourinho.

Serviço
Evento de abertura das comemorações dos 60 anos da UFPA
Data: 9 de março, às 9h30
Local: Centro de Eventos Benedito Nunes (CEBN), no campus Básica da UFPA, em Belém.
A entrada será livre até a lotação do auditório.

Texto: Ascom
Fotos: Acervo do Museu da UFPA e Acervo da Biblioteca Central da UFPA

X