Conheça as ações voluntárias e a entidade amiga da UFPA

Notícia Novidades

Publicado em 16/02/2017 15:25h

560 visualizações

Conheça as ações voluntárias e a entidade amiga da UFPA

No dia 20 de julho é comemorado no Brasil o dia do amigo.  Muitos se referem a essa pessoa como alguém que estará à disposição sempre que precisarmos de ajuda e estará ao nosso lado nos momentos de dificuldade. Na Universidade Federal do Pará (UFPA), duas ações podem ser enquadradas nesse contexto. A primeira é o “Programa de Prestação de Serviço Voluntário”, ação que visa o trabalho sem vínculo empregatício com a UFPA, e a Associação dos Amigos da UFPA, entidade que congrega pessoas que já tiveram um vínculo com a instituição e que contribuem para melhoria da infraestrutura da universidade.

Serviço voluntário – O programa de prestação de serviço voluntário foi implementado na UFPA em 2009 e permite que qualquer pessoa possa se candidatar para desenvolver atividades de ensino, pesquisa, extensão, assessoria ou administração na UFPA. O serviço pode ser prestado por até dois anos e ser renovado depois desse prazo. O programa já teve como um dos de seus colaboradores o professor emérito da UFPA e filósofo Benedito Nunes, falecido em 2011, que na ocasião coordenou o  Conselho Editorial da Editora Universitária.

O professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Raymundo Heraldo Maués, é um dos vários voluntários, que contribuem com a UFPA.  Ele, que recebeu em 2010 das mãos do reitor da UFPA Carlos Maneschy o título de professor emérito,  mesmo aposentado, continua lecionando e contribuindo com a Instituição.

“Há duas razões. A primeira é a necessidade de não ficar afastado totalmente das funções como professor, profissão que tanto amo. Por isso, ainda continuo tendo contato com alunos e todas as demandas que surgem dessa relação, como a orientação em trabalhos acadêmicos, e isso me faz bem. A outra razão é que ainda tenho objetivos de vida e, por isso, não tenho o interesse de me afastar da UFPA por inteiro”, afirma o professor.

Para o pró-Reitor de Desenvolvimento e Gestão de Pessoal (Progep) João Cauby, pessoas que, a princípio, teriam um tempo maior para se dedicar a suas vidas pessoais, mas que buscam dar uma contribuição para Universidade, revertem a ação em favor da sociedade. “Podemos dizer que é uma espécie de compromisso social que eles assumem com a Instituição, lugar onde muitos deles trabalharam por muitos anos e que, hoje, contribuem com toda a sua experiência em uma fase posterior de suas vidas profissionais.”

A Associação – Fundada em 2003, a Associação dos Amigos da UFPA iniciou suas atividades com o intuito de resgatar e valorizar a importância da UFPA para a sociedade. A entidade possui mais de 300 associados, entre pessoas físicas e jurídicas. Entre suas principais obras estão a recuperação do espaço do Vadião e a reforma do ginásio de esportes. “A nossa grande obra foi o vadião, onde reformamos toda a parte elétrica, hidráulica, fossa e a fundação do prédio. O investimento total foi de R$ 880 mil. Além disso, construímos o Restaurante Universitário (RU) e o ver-o-pesinho do profissional, reformamos o ginásio e estamos construindo agora o ver-o-pesinho do básico”, revelou Afonso Baker, assistente administrativo da associação.

Afonso diz que a ideia de criar a entidade surgiu quando José Olimpio, atual presidente da associação, começou a trabalhar como gerente de um dos bancos situados no Vadião.  “Ele viu a situação degradante em que se encontrava o Espaço. Sensibilizado com que viu, ele decidiu criar a associação”.  História essa confirmada pelo próprio José Olimpio Bastos, que hoje é o superintendente regional do SESI.

“Estudei na UFPA no período de 1973 a 1981 e retornei a UFPA como gerente de um dos bancos situado no campus universitário, em 2002. Vi a situação de penúria que se encontrava o prédio e, aí, me perguntei: eu que estudei aqui, melhorei de vida saindo daqui, por que eu não posso contribuir com a instituição que faz parte da minha história de vida? Depois dessa reflexão, a ideia de criar a associação estava sedimentada.”

Para quem quiser se associar à entidade, Afonso explica. “Pode nos procurar na sede da associação, que fica no térreo do prédio do Vadião, ao lado da ouvidoria. Lá, irá preencher uma ficha de Inscrição”. Na oportunidade, o novo associado poderá escolher a melhor forma de contribuição. “Ele poderá escolher boleto bancário, cujos documentos emitiremos para um local de preferência do associado, ou a conta de luz, na qual é descontada a contribuição, direto no valor da conta, ou por débito bancário em conta corrente. Esta modalidade é apenas valida para associados com conta no Banco do Brasil.”

Mais informações
Associação dos Amigos da UFPA:
Local: Térreo do prédio do Vadião, ao lado da ouvidoria.
Contato: 3201-8812 
Emails:  [email protected]www.amigosdaufpa.org.br

Texto: Helder Ferreira – Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre Moraes e Mácio Ferreira

 

Galeria de Imagens


X